concordemos em discordar
Home    Info    Ask
About: Não devo dizer tudo aquilo que posso; não posso dizer tudo aquilo que devo.

«a cultura como generosidade do ser que se expande e comunica, do homem que se interroga e procura»

VSCO Grid
“A cultura é uma muleta com que o coxo bate no são para mostrar que também a ele não faltam as forças.” —Karl Kraus

(Fonte: texaswandering, via maisie-daydreams)

TOPS - Outside

thoughts of you
running through my mind
open door but it doesn’t feel right
you look at me as if you know what it’s like
in the shadows of the streetlight
shadow, why’s it a shame for me to love?

“O gosto das mulheres nem sempre é compreensível, mas raramente é infundado.” —Pedro Mexia

Interpol - Ancient Ways

fuck the ancient ways

devilthrones:

"For one thing, there’s Dido’ fetishization by the two Ashford brothers. While one brother sees her simply as an exotic "other" whom he can bed without forming attachments — very different from the attitude toward white women of the same time period, whose virtue was unequivocal and untouchable — the other is downright violent in his conception of Dido, calling her "repulsive" but still expressing a desire to rape her. The scenes in which that older, more violent Ashford brother addresses Dido directly, giving voice to his unbridled racism and at one point assaulting her, are indisputably disturbing, not just because they represent a disgusting and brutal history but because I see remnants of those attitudes today in the way the world perceives the bodies of black and brown women: exotic, sexual, sensual, different objects. We see it in the way Miley Cyrus and almost any given white pop star (Justin Timberlake and Robin Thicke, for example) use black women’s bodies as props in music videos: as something to be appropriated and used for one’s own pleasure and then cast off in pursuit of the next trend. In addition, the rape of black women still does not seem to carry much horror in 2014; it was most recently a punchline on Saturday Night Live, and last year Russell Simmons was forced to apologize for his highly offensive "Harriet Tubman Sex Tape." None of this is too different from the way the Ashford brothers perceive Dido’s body: as an exotic "other" not worthy of love or respect but merely of lust, and lust framed in a particularly problematic racism."

 Belle: A Lesson in the Timelessness of Racism and Misogyny Against Black Women by Olivia Cole 

34 reproduções

FKA twigs - Video Girl

Pedro Mexia aludirá adiante a uma paródia do paraíso. A existir, de facto, a possibilidade de se parodiar o paraíso por via de uma imagem, um poema, um retrato desleal, eis que aqui a subscrevo inteiramente. «Até eu, pouquíssimo dado a fotografias, me entreguei este ano ao afã de registar o pequeno paraíso triste do meu Agosto, admitindo que estas imagens ilustrem, preservem ou completem as minhas memórias, uma experiência do presente e uma ideia do passado. Porém, “Do Paraíso”, que nos deu esperanças com Xenofonte, desanima-nos com Platão, segundo o o qual as imagens são apenas cópias das ideias, simulacros que degradam as ideias. Há muitos anos que não fotografava, tão confiante, este mar do fim de tarde; mas agora, assim que o faço, sinto que é uma paródia do paraíso.»

Geração da Utopia

os países morreram e as gentes, apátridas, enlaçaram-se num infinito casamento de fonemas, ritos e fragrâncias. 

Escute lá
isto é um poema
não fala de amor
não fala de cachecóis
azuis sobre os ombros
do cantor que suspende
os calcanhares
na berma do rochedo
Não fala do rolex
nem da bandeirola
da federação uruguaia
de esgrima
Não fala do lago drenado
na floresta americana
Não diz nada sobre
a confeitaria fedorenta
que recebe os notívagos
para o café da manhã
quando o dia já virou
Isto é um poema
não fala de comoções
na missa das sete
nem fala da percentagem
de mulheres que se espantam
com a imagem do marido
aparando a barba no ocaso
Não fala de tratores quebrados
na floresta americana
não fala da ideia de norte
na cidade dos revolucionários
Não fala de choro
não fala de virgens confusas
não fala de publicitários
de cotovelos gastos
Nem de manadas de cervos
Escute só
isto é um poema
não vai alinhar conceitos
do tipo liberdade igualdade e fé
Não vai ajeitar o cabelo
da menina que trabalha
com afinco na caixa registadora
do supermercado
Não vai melhorar
Não vai melhorar
isto é um poema
escute só
não fala de amor
não fala de santos
não fala de Deus
e nem fala do lavrador
que dedicou 38 anos
a descobrir uma visão
quase mística
do homem que canta
e atravessa
a estrada nacional 117
para chegar a casa
ou a algum lugar
próximo de casa

Matilde Campilho

"Spin Madly On" theme by Margarette Bacani. Powered by Tumblr.